OS JOVENS EM COMPARAÇÃO COM OS ADULTOS. QUAL É A DIFERENÇA?

Crédito fotográfico: Stockxpert

Uma pessoa jovem não tolera o álcool da mesma forma que um adulto.

Beber causa mais danos aos adolescentes do que aos adultos, já que os seus cérebros ainda se encontram em desenvolvimento durante a adolescência e nos jovens adultos. Beber durante este período crítico de crescimento pode levar a danos permanentes na função cerebral, particularmente no que diz respeito à memória, capacidades motoras (capacidade de se mover) e coordenação.

De acordo com uma investigação, os jovens que começaram a beber antes dos 15 anos têm quatro vezes mais possibilidades de desenvolver uma dependência do álcool do que aqueles que começaram a beber aos 21 anos.

Para alguns jovens como a Samantha, a bebida parece ser uma solução para os problemas que não quer enfrentar.

“Quando eu tinha 13 anos, os meus amigos gozavam comigo se eu não bebesse. Deixei–me levar porque era mais fácil unir–me ao grupo. Na verdade eu era infeliz e só bebia para fugir da minha vida.

“Saía cada vez menos e por isso comecei a perder os meus amigos, e quanto mais só me sentia, mais bebia.

“Era violenta e não tinha controlo. Nunca soube o que estava a fazer. Estava a despedaçar a minha família." 

Tendo sido expulsa de casa aos 16 anos, tornou–se numa sem–abrigo e começou a pedir esmola para comprar bebidas. Após anos de consumo abusivo, os médicos disseram–lhe que a sua saúde tinha sofrido um dano irreparável.

“… Eu só tinha 16 anos, mas o meu fígado encontrava–se seriamente lesionado e estive muito perto de me matar por causa de tudo o que bebia.” Samantha