PORQUE É QUE A COCAÍNA É TÃO VICIANTE?

Crédito fotográfico (cimo): Cordis

A seguir à metanfetamina, 1 a cocaína cria a maior dependência psicológica de todas as drogas. Estimula centros–chave de prazer dentro do cérebro e causa uma euforia extremamente elevada.

Depressa se desenvolve uma tolerância à cocaína – o dependente rapidamente deixa de conseguir o mesmo prazer sentido antes com a mesma quantidade de cocaína.

Combinação mortífera de drogas

A cocaína é, por vezes, tomada com outras drogas, incluindo calmantes, anfetaminas, 2 marijuana e heroína. Tais combinações aumentam imenso o perigo de usar cocaína. Para além da probabilidade de desenvolver a dependência de duas drogas, uma pessoa pode facilmente criar uma mistura de narcóticos comprovadamente fatal.

“Eu já não tinha futuro. Não via como poderia escapar da minha dependência de cocaína. Estava perdido. Estava a ‘explodir’ e incapaz de parar de continuar a abusar gravemente da cocaína. Tinha alucinações com animais a rastejar debaixo da minha pele.Sentia–os sempre que me injectava e rasgava–me com a ponta da seringa até começar a sangrar de forma a fazê–los sair. Uma vez estava a sangrar tanto por causa disto que tiveram de me levar para o hospital.– Susan

  1. 1. metanfetamina: um estimulante extremamente viciante do sistema nervoso central (cérebro e espinal medula).
  2. 2. anfetamina: um estimulante do sistema nervoso central, muitas vezes chamada “speed”.