DO QUE É FEITO O CRISTAL DEVASTADOR?

Um laboratório de Cristal Devastador

A metanfetamina é um químico sintético, (criado pelo homem), ao contrário da cocaína, por exemplo, a qual vem de uma planta.

O cristal devastador é comummente fabricado em laboratórios ilícitos escondidos que usam várias formas de anfetaminas (outra droga estimulante) ou derivados, misturados com outros químicos para aumentar a sua potência. Os comprimidos comuns tais como remédios para as constipações são frequentemente usados como a base para a produção da droga. O “cozinheiro” de metanfetamina extrai ingredientes desses comprimidos e para aumentar a sua potência combina a substância com químicos tais como ácido de bateria, produto de limpeza de esgotos, óleo de lanterna e descongelador.

Estes produtos químicos perigosos são potencialmente explosivos. E devido aos cozinheiros de meth serem eles próprios consumidores de drogas e desorientados, frequentemente queimam–se severamente, ficam desfigurados ou morrem, quando as suas preparações explodem. Tais acidentes põem outros em perigo nas casas ou edifícios próximos.

Os laboratórios ilícitos criam muito desperdício tóxico, assim como a produção de cerca de 2,5 kg de metanfetamina produz 2270 kg de desperdício. As pessoas expostas a este desperdício material podem ficar envenenadas e adoecer.

“O dinheiro da Segurança Social não era suficiente para pagar o nosso hábito de consumo de metanfetamina e sustentar o nosso filho, por isso, transformamos a nossa casa arrendada num laboratório de metanfetamina. Armazenamos os químicos tóxicos no nosso frigorífico sem saber que as toxinas iriam penetrar [iriam para] a outra comida no congelador.

Quando dei ao meu filho de três anos um pouco de queijo para comer – não sabia que lhe estava a dar comida envenenada. Estava muito pedrada com a metanfetamina para notar, 12 horas mais tarde, que o meu filho estava mortalmente doente. Mas estava tão pedrada que levei duas horas para descobrir como levá–lo ao hospital a 8 km de distância. No momento em que cheguei à sala de emergência o meu filho foi pronunciado morto por uma dose mortal de hidróxido amoníaco um dos químicos utilizados para fazer a Metanfetamina.” – Melanie