OS EFEITOS NOCIVOS DA PRESCRIÇÃO DE ESTIMULANTES

Esta substância parecida com a anfetamina causa o mesmo tipo de efeitos no corpo que outras formas de drogas: perda de apetite, insónia, aumento do ritmo cardíaco. O consumo desta droga em grandes doses, especialmente através da injecção ou ao “cheirá–la”, cria inclusive uma tensão maior sobre o corpo. O stress sobre o coração pode ser fatal.

Veja o caso de um adolescente, um consumidor habitual de Ritalina, que um dia sofreu um colapso enquanto andava de skate. Morte de ataque cardíaco.

A injecção de Ritalina tem um horrível efeito adicional sobre o corpo. Enquanto o componente químico, metilfenidato, se dissolve completamente na água, os comprimidos também têm partículas minúsculas de enchimento insolúveis. Estes materiais sólidos bloqueiam os pequenos vasos sanguíneos quando injectados dentro da corrente sanguínea, causando sérios danos nos pulmões e olhos.

Independentemente do impacto físico, há também as condições emocionais severas causadas pelo consumo desta droga mesmo em curtos períodos. Alucinações e comportamento psicótico não são incomuns.

Um pesquisador no Texas descobriu que o uso de Ritalina poderia estar relacionado com um maior risco de cancro. Este estudo descobriu que após somente três meses, cada uma das doze crianças tratadas com metilfenidato, experimentaram anormalidades genéticas associadas com um risco aumentado de cancro.

Efeitos a curto prazo

  • Perda de apetite
  • Aumento do batimento cardíaco, pressão sanguínea e temperatura corporal
  • Dilatação das Pupilas
  • Perturbação de sono e sono alterado
  • Náusea
  • Comportamento bizarro, errático, às vezes violento
  • Alucinações, hiperexcitabilidade, irritabilidade
  • Pânico e psicoses
  • Doses excessivas podem conduzir a convulsões, espasmos e morte

Efeitos a longo prazo

  • Danos irreversíveis dos vasos sanguíneos coronários e cerebrais, elevada pressão sanguínea, conduzindo a ataques cardíacos, derrames cerebrais e morte
  • Danos no fígado, renais e pulmonares
  • Destruição dos tecidos nasais se “cheirada”
  • Problemas respiratórios se fumada
  • Doenças infecciosas e abcessos se injectada
  • Má nutrição, perda de peso
  • Desorientação, apatia, cansaço excessivo e confuso
  • Forte dependência psicológica
  • Psicose
  • Depressão
  • Danos cerebrais incluindo tromboses e possivelmente epilepsia